Um sonho

05

Sonhei que o encontrava numa rua, tal como crianças, eu desenhava o sol e você o pintava com sua cor. Você cantava enquanto eu dançava e plantávamos bananeira, plantávamos flores e amores, plantávamos jabuticabeiras. Por fim, nos olhávamos no meio de tudo como se fosse possível puxarmos do céu o sol e a lua por puro encantamento.

04

Anúncios

Tanto Querer…

 0004

Essa sensação de conter uma bateria de escola de samba no coração no meu peito, esse sentimento que posso chamar de saudade, uma saudade que explode diante da imensa falta.

Cai uma chuva linda lá fora, dessas fininhas que colore o tempo, azuis, verdes, quantas cores… Será que existe esse alguém que enxergaria essas cores comigo?   Quantas cores aquele homem enxergaria comigo? Ao fechar os olhos, ponho as mãos para fora da janela, minhas mãos se enchem de cores, a lembrança de um sorriso no reflexo da chuva, continuo a lembrar do brilho de um olhar num prisma multicolor que vem o desejo de um beijo molhado aos pingos de chuva… Isso seria lindo.

No entanto, talvez isso tudo não faça sentido. E o que faz sentido? Perder toda essa felicidade? E algo grita dentro de mim que eu quero tanto, quero tanto a felicidade explicitada na lembrança daquele sorriso.

Quero andar a pé, mãos dadas, o caminho pode parecer longo, mas eu só quero colocar meus pés descalços em uma tarde de domingo sorrindo, sem saber o que vai acontecer.

0008

 


“Pra Não Esquecer”

06

Sentei na cama. Bebi um café amargo. Abri a gaveta da mesinha de cabeceira pequei mais um caderno de anotações, desses que costumo anotar palavras soltas, detalhes, impressões e números de telefones, encontrei um número borrado, com uma frase quase indecifrável, tentei ler, tentei lembrar quando escrevi aquelas palavras que não consegui ler, três palavras legíveis “Para Não Esquecer”. Não consegui entender o restante que está escrito, não parecia está desgastado pelo tempo, talvez algo deve ter caído sob o papel , algumas manchas azuis parecem criarem um desenho.

Fechei a gaveta, bebi o café ,não me dispus a fazer desse papel mil histórias, porém, tenho um sensação de que não fosse preciso aquelas palavras escritas “Pra Não Esquecer”. Pode-se até não lembrar com exatidão de uma data, ou não entender palavras que parecem saírem do papel, números borrados formando linhas e círculos, no entanto, a memória afetiva reluz, mesmo quando o café é amargo, sem açúcar, o meu sorriso veio com doçura e afeto..

17


“Sem fim”

001

“Que vontade de ter você
Que vontade de perguntar
Se ainda é cedo
Que vontade de merecer
Um cantinho do seu olhar
Mas tenho medo”

002


Hoje: Os Sentidos

0002

O sabor do suco de limonada com cor de tamarindo e gosto de groselha do Chaves.  

Os cheiros de flores diversas invadindo casa e formas.

A audição dos arranjos permitida das cordas do violão de Nando Reis com a sua voz emudecendo o mundo.

Enxergar qualquer tela de Frida e a tela o Beijo de Klimt no resumo da visão do mar

O tato num passeio de mãos dadas,

O toque da mão que delicadamente passeia sob a face

com a possibilidade dos lábios tocar o outro para revigorar a existência da alma.

00003


Terra à vista

00002

Veja o por do sol., se comova ao amanhecer, é a volta do astro-rei a nos orientar. Veja as flores e as reconheça… Tenha carinho pela beleza dos ipês, só avistei os de flores rosas e os de flores amarelas, no entanto, ao ser apresentada a delicadeza dos ipês brancos, vivo com um desejo infantil de toca-lo.

Sempre vá à Itália, visite Roma, Vá à Nápoles. Visite Parma… Quando for a Portugal, vá para Açores, os vilarejos de pescadores e não esqueça das belas ruelas de Lisboa.

Vá para o México, deguste, dance, celebre Frida, celebre e celebre. Vá para Cuba, fume um charuto, Havana… Lembre um pouco de mim. visite os vilarejos, praias quase deserta, gente acolhedora, fogueiras e cantorias ao anoitecer. 

Viaje pra onde não fui, viaje para Grécia. Faça com que seus olhos vejam um encanto dominical, o que eu não vi. O que avistei, mas não voltei a ver. E de preferência se visite, reconheça-se, viagem em você, nas suas particularidades, viagem no seu ser, encontre sua presença nos seus presentes…

Veja a sua extensão, você nesse mundo, esse mundo em você, é lindo poder dizer ” Colombo procurou as índias, mas a terra avistou em você, O som que eu ouço são as gírias do seu vocabulário”.

00004

 


Meu menino-grande

10817429_743399525735487_1653583428_oMeu filho, eu sei o quanto é difícil saber se vai ou se fica, dúvida não é privilégio seu, todos nós temos dúvidas e nem sempre podemos escolher. Pessoas consideradas maduras, também possuem dúvidas, é nessa hora quando descobrimos que nem sempre podemos escolher, que nem sempre podemos fazer algo que queríamos muito, de forma louca e intensa, é nesse momento que descobrimos que por maior que seja a dúvida o bom é poder decidir por viver, o bom é poder se permitir.

Você não escolhe o filme no cinema, a onde vai ser a viagem de férias, para onde ir ao final da tarde ou coisa parecida. Muitas vezes me pego irritada por você não manter uma decisão, mudar de idéia com tanta frequência, desfazendo um planejamento para uma semana das férias, um encontro com estudantes ou um seminário, seja em João pessoa ou em são Paulo. Muitas vezes diz ser péssimo em escolhas, deseja viajar para o Chile, Colômbia, Venezuela, mas pensa bem e desiste, assim, talvez Argentina, talvez Alemanha, pensa mais um pouco e deseja o continente Africano.  

Bem, não sabe o que quer, quer o mundo e quer alguém, de repente quer ficar apenas sozinho. Eu pergunto, será que pode se viver tudo nesse mundo? Será que tantas dúvidas ou tantos quereres deixam a vida a mercê do tempo perdido?   Creio que você não sabe. Você é só um menino no meio de uma montanha de novidades, um amontoado de mapas, de livros, de caminhos e pessoas.

Eu ainda não sei se por mérito da educação recebida ou por mérito bem pessoal, você sabe como agradar e sabe ser gentil, a sua amorosidade me convence, alguns dizem que é do signo, que as explicações estão nas estrelas, mas, já que você ainda não acredita em mapa astral ou coisa parecida, vamos dizer que é mérito da sua personalidade.

É meu menino-grande, tenho a impressão que você vive buscando um ninho, vive com jeito de abraço, adoro quando me puxa pra dançar no meio da sala de pés descalços com uma certa timidez, cheio de charme, com uma vontade de perguntar e descobrir o que realmente vai fazer nessa vida.

A única coisa que me veio agora pode parecer loucura, mais ser louca pra você não seria novidade, então, viva suas dúvidas, experimente seus quereres, se permita fazer, se permita desistir ou insistir, se permita se emocionar, extravasar, se permita voar, voltar e ficar no ninho ou construir novos ninhos.

E se puder não esqueça que o melhor momento é o agora, o melhor mundo é o seu. Somente você pode saber o que você sente, somente você pode escolher ou ter dúvidas para sua vida. Todos os seus dias lhe pertencem. Eu Te amo.

00