O que me resta

21

Será que tudo é pura ilusão? Não haverá um momento no futuro? Ás vezes a vida faz algo bom ao meu favor, então quando isso acontecer, se aproxime, chegue perto, não precisa esperar pelo acaso, transforme tudo e fique ao meu lado… Quando eu estiver na sua frente, acalma minha vida com teu sorriso, deixa suas palavras em meu ouvido, deixa teus olhos como faróis me conduzirem e com suas mãos me mostra todos os caminhos para o firmamento, assim, faça com que a vida desarme o estrago do tempo. Preciso da proteção dos bons ventos, preciso me sentir segura e cuidada com a mais linda intenção.

Muitas vezes quando eu te pressinto, mesmo assim, há um silencio, percebo que é minha saudade tentando enganar-me, talvez por extinto, talvez por pura vontade. Olho todo circulo, todas as curvas, o azul, o sal, a terra, o sol… Todo o universo e sinto o caos desse tempo. A pausa sem sentido. A formula para passar a dor. A saudade que me pertence,  o contorno de sua face nas fotografias é tudo que me resta… Socorra minha alma, socorra meu sorriso… Socorra meus sentidos. Socorra a mais linda ilusão, porque amar é todo que me resta.

14

Anúncios

OH MY LOVE – JOHN LENNON

24

OH MY LOVE – JOHN LENNON

Oh my love for the first time in my life,
my eyes are wide open.
Oh my lover for the first time in my life,
my eyes can see.
I see the wind.
Oh, I see the trees.
Everything is clear in my heart.
I see the clouds.
Oh, I see the sky.
Everything is clear in our world.
Oh my love for the first time in my life,
my mind is wide open.
Oh my lover for the first time in my life,
my mind can feel.
I feel the sorrow.
Oh, I feel dreams.
Everything is clear in my heart.
I feel life.
Oh, I feel love.
Everything is clear in our world.

26


Diz pra ele

09

Alguém pode dizer pra ele que ás vezes eu não me seguro e choro. Alguém diz pra ele que estou me recuperando, que de um jeito quase estranho, porém, as coisas estão caminhando, mas jamais caminharão de maneira leve e tranquila, porque sem ele nada será precisamente como eu desejei que fosse.

Alguém diz pra ele que sinto saudades, há uma falta dele nos lugares onde ando, nos lugares que desejo visitar, falta aquele sorriso, aquela doçura explicita que ele possui e cativa, o mundo, apesar dele não perceber que consegue ser tão suave.

Alguém diz pra ele que amo o jeito que ele consegue ser arco-íris em um tempo nebuloso… Ah, que eu vivo procurando nele minúcias, como pequenos sinais no joelho, uma mania de mexer nos cabelos…

Alguém diz pra ele que a minha timidez leva um tempo para ser abandonada, ela persiste em algumas ações, há uma reserva no encontro, nas palavras, no jeito desinteressante e desajeitado que possuo. No entanto, desejei cada expressão do corpo dele, cada junção silábica pronunciada. Alguém diz pra ele que não sei muito como me comportar… Não sei muito bem o que fazer…

Diz pra ele, o que sinto vive comigo, pode parecer guardado, mas por motivo de cuidado, porém, estar comigo, como estão algumas flores na bolsa como estão as vontades multiplicadas por um tempo, como vive comigo uma porta entreaberta, uma janela, uma música… E essa doce saudade que sinto irá diminuir, porquê haverá uma tentativa de reduzir o calendário, os dias passarão acelerados, assim, sua vida será meu sorriso.

10


O tempo que for preciso

00001

Eu sei que preciso esperar o tempo que o tempo precisa ser esperado. Porque eu quero muito mais que seu corpo, quero sua alma olhando para mim. Assim, irei esperar quantos dias possam ser possíveis, escrevi dias por acreditar que todas esperas acabam com um dia a mais, ao sol nascente, na travessia para o anoitecer. E o tempo pesa, o passar dele irá pesar nas pernas, nos ombros… Irá pesar no meu sorriso e visivelmente representado por rugas que insistentes já se fazem presentes modificando a minha feição.

Entretanto, o tempo não pesa na minha alma. Amar-te me fez renascer, amar-te fez com que minha alma experimentasse acreditar no impossível, na eternidade, capaz de perpetuar o que se sente da maneira mais simples e delicada.  

13


Terceiro Sol

11

Ele é pura luz, parece refletir outras vidas, há nele algo de simplicidade e de beleza, uma doçura cheia de traquejo na sua caminhada, uma majestosa claridade nas linhas das ternuras infindas, astro-rei, um homem flor, legitimo raio de luz, dono de uma compreensão bonita, quase emudecida, eternizada por um som próprio no cântico das palavras cobertas de poesias..

Entendo os desejos de vê-lo, desejos que se estendes aos dias, na perpetua vontade de debruçar a vida ante ao sol e deixar-se queimar.

Ah… Quanta verdade na grandeza da alma, quanta doçura escorrendo no reflexo solar, no encontro da possibilidade desmembrando o impossível. Afinal, nem todos os astros habitam na tela azul da atmosfera… Isso também não tem explicação.

12


Sim. irei descançar

14

Eu queria escrever palavras em forma de flor, queria escrever algo delicado, algo que parecesse com um vôo de um pássaro. E descobri que através dele enxergo tudo que ainda não vi, não há nada mais delicado que esse manifesto de cansaço, em forma de sorriso. Não há maneira mais bonita que minhas mãos a tentarem de inúmeros aspectos o alcançar.

E o Alcanço devido ser a realidade do amor a beleza mais simples, como se um vento o trouxesse para perto num imaginário possível, no sonho da noite que espera o derrubar de todo o cansaço, na penumbra que se aproxima, onde o corpo repousa tranquilo em uma calma quase infinita… Irei descansar.

11


Aquele olhar…

02

Bastou um olhar e nunca mais ele saiu da minha frente. E durante todo o tempo todos os lugares, parecem ter algo dele. Foi num olhar que encontrei exatamente onde ele estava escondido, dentro da minha pele, do meu corpo, nos meus sentidos. E assim, o quis naquele instante, o quis um pouco mais, o quis demasiadamente.

No entanto, nem por um instante ele poderia vivenciar o meu querer, nem mesmo por um segundo que muitas vezes nem sequer notamos no passar do tempo. Talvez era essa a história, quando ele olhou e deixou que meu olhar o encontrasse, era para me fazer querer, para que me descobrisse, aquela descoberta que ardeu no meu peito como o rito do nascimento, ardeu, mas, em seguida surgiu a paz.

Todas as vezes que me recordo daquele olhar, brota um gosto de o olhar para poder vivenciar algo tão próximo ao nascimento, que apesar do ardor é extraordinariamente recompensadora a felicidade.   

03