Sim- Nando Reis

07

Sim, afirmação na totalidade do ser. Precisamos apenas de um “Sim”, mesmo havendo tanto “Não”, porque é doçura aos ouvidos escutar que sim, mesmo quando se sabe da existência da declaração.

Sim, no altar diante de um mundo repleto de espera.

Sim, para o sentimento que se instala de um jeito sem fim.

Sim, na espera insana por querer o outro ser.

Sim, por acreditar que em um momento será possível.

E assim, aquele ‘Sim” interno que fica no peito ilógico entre um passo e outro, sem saber o que dizer, nem mesmo o que pensar, no entanto parece que a vida teria uma terra preparada para aquela germinação, ao passar do tempo, há uma lembrança do querer enorme que parecia explodir ao avistar o inesperado, simplesmente por amar tanto se tem uma crença assombrosa que o circulo vital entre mil voltas irá trazer aquela pessoa de volta somente pra dizer que “sim”.

E muitas vezes esperamos somente para dizer ‘sim” para gente mesmo, para o que se guarda no peito, para ter direito de sentir . Pra que seja “sim, desde que eu te vi eu te quis…” Com a beleza de quem sabe agradecer por amar, pela generosidade  contida na beleza de ofertar e receber flores.

É desse aspecto que consigo ouvir Sim de Nando Reis do Álbum Sim e Não.

SIM – Nando Reis
Desde que eu te vi
eu te quis
Eu quis te raptar
Eu fiz um altar
Pra te receber
Como um anjo
Que caiu
lá do céu
Não estava voando
Andando
Distraiu-se

SIM
E agora
Eu quero voltar lá do céu
Eu quero estar de volta
Eu quero ter você quando estiver de volta
Eu quero você para mim
Não dou
Pra ficar só,
sim,
não dou,
não

flores


Coisas do tipo….

31604cb26dacfe10cf57b91188edf30e403add558ed7bbeed215b56abcd77af7.jpg


Feliz aniversário Querido N.

11071934_1568361626769696_1243753590352182058_n

A primeira vez que avistei Nando Reis ainda era uma garota que insistia em usar duas tranças ou um rabo de cavalo, calça jeans e camiseta branca, sandália de dedo, pulseiras coloridas e bolsa tiracolo, ele tocava baixo na sua banda de origem, usava óculos de lentes redondas e possuía um cabelo avermelhado e um olhar pausado somo se procurasse um mundo.

O tempo passou, talvez ele encontrou esse mundo, ele toca violão, ás vezes desliza um baixo, porém, o violão acompanha o que escreve, o que canta. Ele desejou e realizou, tentou e conseguiu, se permitiu experimentar até o que para ele poderia ser simples experimento num conceito voz e violão, assim, nasceu o mais novo trabalho demasiadamente belo, nada mais justo para um homem que transita em tantos espaço poder retornar para um “Recreio” e fazer esse momento íntimo ser de todos nós.

Creio que Nando Reis passeia entre o céu com uma estrela infernal, passeia entre os lugares com uma casa chamada palco, incendeia e acalma almas. O tempo fez muito bem pra ele e foi muito bom para quem avistou no caminho, para quem avistou a formação da sua banda, para quem espera cada show para poder o encontrar de novo, fez um bem para quem torceu junto a cada chegada de um novo trabalho, para quem lava a alma ao cantar arrebatada “O amor tem sabor para quem bebe a sua água” .

Como a vida é uma artesã imprevisível, o que se pensa e de se deseja lá atrás, começa a ser feito um caminho e depois de um tempo arremata-se um lindo bordado no exato momento e ainda se faz um bom caminho para frente.

E nada é fácil nessa vida, não existe formulas, existe talento e persistência com muito trabalho, sabemos que não foi fácil, mas olhando para trás e encontramos com “12 de janeiro” até chegar ao “Voz e violão” acho que podemos cantar um trecho da linda “Dessa Vez” do álbum “Quando o arco-íris encontra o pote de ouro”, assim, “É bom olhar pra trás e admirar a vida que soubemos fazer. É bom olhar pra frente. É bom, nunca é igual”.

E amanhã dia 12 de janeiro de 2016, é aniversário de Nando Reis, posso dizer em forma de anuncio para as meninas e os meninos, moças e rapazes, minhas senhoras e meus senhores amanhã é dia de celebrar, definitivamente celebrar e sermos felizes por ele e por nós. Talvez essa seja a melhor coisa dessa vida, descobrir o prazer de poder celebrar, o prazer de estarmos vivos para degustar, tentar e vivenciar essa oportunidade única de poder saber que possuímos vários aniversários, afinal, renascemos junto com quem amamos, com quem admiramos, renascemos com o presente da vida para outras vidas, somos um só. 

  11816893_890170784405750_4363717942545832370_n


Let It Be – The Beatles

012

Let It Be – The Beatles

When I find myself in times of trouble
Mother mary comes to me
Speaking words of wisdom, let it be
And in my hour of darkness
She is standing right in front of me
Speaking words of wisdom, let it be
Let it be, let it be
Let it be, let it be
Whisper words of wisdom, let it be
And when the broken hearted people
Living in the world agree
There will be an answer, let it be
For though they may be parted
There is still a chance that they will see
There will be an answer, let it be
Let it be, let it be
Let it be, let it be
There will be an answer, let it be
Let it be, let it be
Let it be, let it be
Whisper words of wisdom, let it be
Let it be, let it be
Let it be, yeah let it be
There will be an answer, let it be
Let it be, let it be
Let it be, yeah let it be
There will be an answer, let it be
And when the night is cloudy
There is still a light that shines on me
Shine on until tomorrow, let it be
I wake up to the sound of music,
Mother mary comes to me
Speaking words of wisdom, let it be
Let it be, let it be,
Let it be, let it be,
There will be an answer, let it be
Let it be, let it be
Let it be, yeah let it be
Whisper words of wisdom, let it be

011


Could You Be Loved – Bob Marley

Bob

Could You Be Loved

Could you be loved and be loved?
Could you be loved and be loved?

Don’t let them fool ya,
Or even try to school ya! Oh, no!
We’ve got a mind of our own,
So go to hell if what you’re thinking is not right!
Love would never leave us alone,
A-yin the darkness there must come out to light.

Could you be loved and be loved?
Could you be loved, wo now! – and be loved?

(The road of life is rocky and you may stumble too,
So while you point your fingers
someone else is judging you)
Love your brotherman!
(Could you be – could you be – could you be loved?
Could you be – could you be loved?
Could you be – could you be – could you be loved?
Could you be – could you be loved?)

Don’t let them change ya, oh! –
Or even rearrange ya! Oh, no!
We’ve got a life to live.
They say: only – only –
only the fittest of the fittest shall survive –
Stay alive! Eh!

Could you be loved and be loved?
Could you be loved, wo now! – and be loved?

(You ain’t gonna miss your water until your well runs dry;
No matter how you treat him,
the man will never be satisfied.)
Say something!
(Could you be – could you be – could you be loved?
Could you be – could you be loved?)
Say something! Say something!
(Could you be – could you be – could you be loved?)
Say something! (Could you be – could you be loved?)
Say something! Say something! (Say something!)
Say something! Say something!
(Could you be loved?)
Say something! Say something! Reggae, reggae!
Say something! Rockers, rockers!
Say something! Reggae, reggae!
Say something! Rockers, rockers!
Say something! (Could you be loved?)
Say something! Uh!
Say something! Come on!
Say something! (Could you be – could you be –
could you be loved?)
Say something! (Could you be – could you be loved?)
Say something!
(Could you be – could you be – could you be loved?)
Say something! (Could you be – could you be loved?)

0006